Blatter quer tirar a Copa 2022 do Catar

Após assumir que a escolha do Qatar para sediar a Copa do Mundo de 2022 foi um erro, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou que pretende tirar o Mundial do país.
No ano passado, a Fifa abriu investigação sobre denúncias de corrupção no procedimento de votação para as Copas de 2018 e 2022, concedidas à Russia e ao Qatar, respectivamente. A escolha do Qatar foi a que gerou mais polêmica devido à inexpressiva cultura futebolística do pequeno país árabe e ainda à temperatura elevada no verão, que ultrapassa os 40 graus Celsius.
Blatter sinaliza que o promotor americano Michael Garcia, chefe do Comitê de Ética da Fifa, confirmará esquema de propina a cartolas e federações no processo de escolha. O jornal britânico “The Sunday Times” publicou provas de que pelo menos US$ 5 milhões teriam sido gastos pelo Qatar para “comprar” apoios.
Em dezembro de 2010, o país disputou a vaga contra EUA, Austrália, Coreia do Sul e Japão.
(DOL, com informações de UOL)

Deixe uma resposta