Sai licença prévia para asfaltamento da BR 308, que liga Bragança a Viseu

(Foto: Reprodução)
A Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) expediu a licença prévia que poderá viabilizar o asfaltamento da rodovia BR 308, que liga Bragança a Viseu.  A informação foi repassada na manhã desta sexta-feira, 8, pelos dirigentes do Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT),  ao deputado federal, Lúcio Vale (PR), que há anos vem  lutando para que esta reivindicação dos moradores da região nordeste paraense seja concretizada.  “Esse foi mais um passo dado em direção a esse sonho de toda população da região. A próxima etapa agora é o DNIT  atualizar o projeto  e assegurar  a abertura do processo de licitação para as obras”, afirmou Lúcio Vale, que irá agendar  audiência com o Ministério dos Transportes para tentar acelerar o processo, inclusive de liberação de verbas.  
O asfaltamento da BR 308 é um sonho acalentado pelos moradores da região, que já não aguentam mais conviver com a difícil situação que é trafegar pela rodovia, embora o DNIT venha investindo nos últimos anos  na manutenção de alguns trechos da estrada. Além disso, a rodovia  é estratégica para o Pará, porque permite uma interligação mais rápida com o Maranhão, encurtando o percurso entre Belém e São Luís em cerca de 106 quilômetros.
O parlamentar foi o único do Pará que apresentou emenda ao  projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO/2014) em favor da recuperação da estrada.  Com a inclusão do projeto na LDO,  as obras entram na lista de prioridades da administração pública federal.   “O asfaltamento da rodovia BR 308 é uma das prioridades do nosso mandato e não vamos desistir dessa luta, pois sabemos o quanto o povo da região sofre por causa das péssimas  condições dessa estrada”, afirma o deputado.
Lúcio Vale tem sido um defensor intransigente do asfaltamento  da rodovia BR 308. Na Câmara  Federal já fez vários pronunciamentos  cobrando  a efetivação da obra, assim como já  esteve várias vezes no Ministério dos Transportes e no Departamento Nacional de Infraestrutura (DNIT)  em busca de uma solução para o problema, que vinha esbarrando ultimamente na liberação da licença ambiental.
A  licença seria dada pelo Instituto  Brasileiro de Meio Ambiente  (Ibama), que delegou à Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) a emissão do documento. O  deputado esteve várias vezes no órgão,  juntamente  com técnicos do DNIT, acompanhando  a andamento dos processos.  “Queremos agradecer aos governos federal e estadual o apoio para a liberação dessa licença”, disse Lúcio Vale, que está otimista no sentido de que os trabalhos em direção ao asfaltamento da rodovia agora avancem.  
Deputado Federal Lúcio Vale
Por: Tribuna do Caeté

Deixe uma resposta